O ScorePME é

  • um método de classificação de empresas,
  • independente e objetivo,
  • baseado nas contas anuais oficiais e publicadas (IES)
  • em função das quais é aplicado um algoritmo (com patente registada)
  • que determina o Índice de Desempenho e Sustentabilidade (iDS) e a atribuição da respetiva notação em 4 níveis: AA, A, B e C.
  • As empresas com notação AA (iDS superior a 75%) são as TOP 25% Melhores PME de Portugal, em termos de desempenho económico e solidez financeira.

O método ScorePME foi alvo de um parecer científico (ver parecer) subscrito por doutorados em Gestão e docentes do ensino superior, que atestaram a aptidão do mesmo para classificar as empresas quanto ao desempenho e solidez financeira. É ainda certificado pela Bureau Veritas e pela ASSOFT (veja a FAQ relativa a garantias de rigor e isenção).

O universo ScorePME inclui as seguintes empresas:

  • Volume de negócios (VN) até 50 milhões de Euros (M€), com um mínimo equivalente a 100 SMN e até 250 trabalhadores, divididas em 4 escalões de VN: E1 < 0,5 M€ < E2 < 1 M€ < E3 < 5 M€ < E4 < 50 M€.
  • De todos os setores de atividade, excetuando as empresas do sector financeiro e as que se dedicam aos jogos de fortuna ou azar.
  • Relativamente à forma jurídica, todo o tipo de sociedades com NIF iniciado por 5.

Todos os setores estão incluídos, excetuando as empresas do sector financeiro e as que se dedicam aos jogos de fortuna ou azar.

Olhamos para as empresas unicamente pelas suas contas anuais oficias e públicas, a partir das quais aplicamos o método ScorePME de uma forma rigorosa e independente a todas para as classificar (conforme confirmado pela auditoria independente da Bureau Veritas). Não tomamos em consideração se são de um setor mais tradicional ou das novas tecnologias, se são startup ou familiares, se são recentes ou com mais de 20 anos de atividade, se são de responsabilidade limitada (LDA) ou sociedades anónimas (SA). Tomamos apenas em consideração os indicadores de gestão especificados no método ScorePME.

Consulte algumas empresas que já subscreveram o serviço e poderá constatar a diversidade setorial abrangente. Encontre, entre outras, empresas dos sectores

  • Ambiente
  • Agências de comunicação
  • Comércio
  • Construção
  • Consultoria
  • Formação
  • Cultura e espetáculos
  • HORECA
  • Contabilidade e auditoria
  • Indústria
  • Mediação imobiliária
  • Mediação de seguros
  • Metalomecânica
  • Saúde
  • Têxtil
  • Tecnologias de informação
  • Transportes

São utilizados 2 grupos de rácios de gestão:

  • Económicos (relacionados com o desempenho económico da empresa)
    • Rentabilidade das vendas (RTV)
    • Rentabilidade do ativo (RTA)
  • Financeiros (relacionados com a sustentabilidade financeira)
    • Autonomia financeira (ATF)
    • Liquidez geral (LQG)

A partir destes rácios, são calculados os

  • Índices de Desempenho (iD),
  • de Sustentabilidade (iS)
  • e de Desempenho e Sustentabilidade (iDS).

O iDS representa a posição económico-financeira da empresa no mercado (entre 0,01% e 99,99%). Conforme o valor do iDS é atribuída a respetiva notação:

  • AA, iDS de 75% a 100%. São as TOP25%PME
  • A, iDS de 50% a 75%
  • B, iDS de 25% a 50%
  • C, iDS de 0% a 25%

Numa primeira fase (antes da subscrição) é feita a verificação da elegibilidade das empresas, a avaliação dos indicadores económico-financeiros relevantes e a atribuição da notação (AA, A, B ou C).

Relativamente à edição de 2019, foram analisadas as contas anuais (2018, as últimas que se encontram publicadas) de todas as empresas do universo ScorePME, tendo sido atribuído um índice de desempenho e sustentabilidade a cada empresa (iDS), que resultou num ranking de 0,00% a 99,99%.

Numa segunda fase (já após subscrição e apenas disponível para as empresas que apresentam um iDS superior a 75%), são efetuados os seguintes procedimentos:

– Compilação das contas anuais da empresa (IES), elaboração do relatório de gestão e emissão do Certificado Financeiro;
– Configuração do Selo ScorePME (TOP25%PME), personalizado com o NIF da empresa e ano de atribuição (selos digitais, nos formatos .png e .jpeg, a cores e a p/b).

Podemos assegurar, objetivamente, as 3 garantias fundamentais neste processo de certificação: fiabilidade, independência e rigor e integridade.

1. FIABILIDADE DOS DADOS

Os dados utilizados para classificar as empresas são fiáveis, uma vez que são oficiais e publicados pelas próprias empresas no cumprimento da obrigação de divulgação das contas anuais (IES), o que garante a melhor veracidade possível dos mesmos.

2. INDEPENDÊNCIA E RIGOR

O método é aplicado de forma independente e rigorosa a todas as empresas elegíveis. Todas as contas e notações foram auditadas pela BUREAU VERITAS (ver certificado), entidade auditora independente, acreditada junto do IPAC – Instituto Português de Certificação.

3. INTEGRIDADE DAS CLASSIFICAÇÕES

Os resultados da classificação não podem ser alterados ou manipulados em nenhum momento posterior. A base de dados encontra-se depositada na ASSOFT – Associação Portuguesa de Software (ver certificado), ficando salvaguardada a integridade dos dados.

Mais de 90% dos nossos clientes classificou de BOA/Muito BOA a relação preço do serviço e mais-valias geradas.

Consideramos que a distinção factual de uma empresa, onde é evidenciada a qualidade da sua gestão e desempenho, associada ao rigor e solidez financeira das suas contas, tem potencial para gerar claras mais-valias junto dos principais interessados (stakeholders) da empresa:

– Para o mercado em geral, reforça a marca da empresa e facilita a angariação de novos clientes. Ganhar clientes pode estar dependente de pequenos detalhes, e a confiança é um elemento chave para a decisão do comprador.

– A estabilidade e a confiança também facilitam a fidelização de clientes, para parcerias de média-longa duração.

– Junto dos colaboradores, tem potencial para gerar motivação interna por pertencerem a uma empresa de topo, bem gerida e que lhes oferece uma perspetiva de desenvolvimento a médio-longo prazo.

– Finalmente, pode reforçar a capacidade negocial junto dos fornecedores, uma vez que a evidencia da solidez financeira reduz claramente o risco financeiro das operações.

 

Mas as melhores definições são as dos nossos Clientes. Por isso, fica o convite para ver alguns testemunhos (ver em https://scoring.pt/).

O envio é processado até 3 dias úteis após a confirmação do pagamento. Contudo, sempre que possível, é enviado antes desse prazo.

Podem ser utilizados de diversas formas, ficando ao critério da empresa. Apresentamos de seguida algumas sugestões.

  1. Certificado TOP25%PME

– Utilização da primeira folha (em formato PDF) para anexar a propostas comerciais ou no envio de e-mails de apresentação da empresa.

– Cópia de excertos da informação (como por exemplo o valor do Índice de Desempenho e Sustentabilidade) para utilização no site da empresa ou em brochuras institucionais (ver por exemplo a empresa IMBS em www.imbs.pt – rodapé homepage).

– Impressão da primeira folha e afixação nos painéis informativos existentes nas instalações da empresa, para divulgação interna junto dos colaboradores.

  1. Selo TOP25%PME

– Inclusão no site da empresa (ver por exemplo as empresas EYEBRAND em www.eyebrand.pt – topo da homepage e JSP Seguros em www.jsp-seguros.pt – rodapé homepage).

– Como parte integrante da assinatura de e-mail.

– Partilha nas redes sociais ou no blog da empresa, isoladamente ou como parte integrante de um artigo ou notícia.

– Inclusão no papel timbrado da empresa, nas brochuras institucionais, em folhetos comerciais ou ainda em outdoors ou outros materiais utilizados em comunicação.

– Impressão para afixação nos painéis informativos existentes nas instalações da empresa, para divulgação interna junto dos colaboradores.

É possível inserirmos o logótipo da sua empresa no nosso site/diretório para as empresas TOP 25% melhores PME de Portugal, sendo totalmente gratuito para as empresas subscritoras. Basta que a empresa nos envie e autorize a sua publicação.

A validade é até 31 de dezembro do ano seguinte. Por exemplo, o Certificado e Selo relativo a 2019 é válido até 31 de dezembro de 2020.

A renovação é feita anualmente e está sujeita à notação obtida em cada ano. Se for elegível, fica apenas sujeita à vontade da empresa em renovar. Nesse caso, será emitido um novo Certificado atualizado e um novo Selo personalizado com o ano de atribuição e NIF da empresa.

Pagamento por referência MB através do IfThenPay, serviço registado no Banco de Portugal e com mais de 15 anos de experiência e 1.000 Milhões de € em pagamentos já mediados. O pagamento pode também ser efetuado através de transferência bancária (a pedido do Cliente, será fornecida informação do NIB/IBAN da SCORING).

O Certificado financeiro é única e exclusivamente enviado à empresa subscritora. Compete a esta usá-lo e comunicá-lo da forma que lhe for mais conveniente.

Sim. A SCORING é pelas PME, pelos empresários e gestores e pelas suas equipas de trabalhadores, que todos os dias dão o seu melhor para serem competitivas e assegurarem o seu indispensável papel económico e social nas regiões e nos mercados onde atuam, contribuindo para o desenvolvimento de Portugal como um todo. Por isso, aplaudimos todas as distinções criadas para valorizar as melhores e fortalecer a confiança nos negócios, para as encorajar a irem mais além e tornarem-se referências nos seus setores de atividade.

A distinção promovida pela SCORING, designada TOP25%PME (baseada no método ScorePME), apresenta as seguintes características:

  1. É auditada por entidade independente, que assegura que: os dados utilizados para classificar as empresas são fiáveis; o método é aplicado de forma independente e rigorosa a todas as empresas elegíveis; os resultados da classificação não podem ser alterados ou manipulados em nenhum momento posterior. Auditoria realizada pela Bureau Veritas, entidade acreditada junto do IPAC (ver Certificado) e depósito da base de dados na ASSOFT (ver Certificado).
  2. O método ScorePME foi alvo de parecer científico (ver Parecer), que confirma a aptidão do mesmo para diferenciar as empresas quanto ao desempenho económico e sustentabilidade financeira.
  3. É um método multi-critério, abrangendo simultaneamente as dimensões económica e financeira das empresas.
  4. Mantém estabilidade de critérios, não estando estes sujeitos aos ciclos económicos, a políticas fiscais e regras contabilísticas, ou outros.
  5. Traduz uma seriação universal, sendo atribuída uma classificação (de 0,00% a 99,99%) a todas as empresas elegíveis, e não apenas às que são distinguidas.
  6. Para além do Certificado financeiro, é atribuído um selo em formato digital personalizado com o NIF da empresa e ano de atribuição.

Pela nossa parte compete-nos evidenciar as características e a bondade do nosso método. Acreditamos que todas as distinções credíveis e isentas são boas para as empresas: adote todas as que a sua empresa tiver direito e dê mais força à sua marca no mercado.

Nota: algumas empresas questionam-nos especificamente se a distinção TOP25%PME está, de alguma forma, relacionada com a distinção “PME Líder” (promovida pelo IAPMEI). A resposta é clara: não. O método desenvolvido pela SCORING é absolutamente inovador, tendo inclusivamente uma patente registada junto do INPI. Os processos de adesão são também totalmente autónomos e uma empresa pode obter a distinção TOP25%PME e ser ou não “PME Líder”, e vice-versa.

Não. Para além das questões éticas subjacentes, a utilização fora do licenciamento (Certificado + Selo)  ou sem acordo especial escrito, confere à SCORING o direito de reclamar os seus direitos junto das entidades competentes (nomeadamente indemnização por perdas e danos).

Conforme descrito nos termos e condições, o selo ScorePME /TOP25%PME e as expressões “ScorePME”, “TOP25%PME” e “TOP 25% Melhores PME de Portugal”, são marcas registadas da SCORING (NIF 515 020 346) junto do INPI – Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Ministério da Justiça), constituindo-se como direitos de autor da mesma. Quer o selo quer qualquer uma das expressões referidas, só podem ser usadas pelas empresas na sua comunicação com terceiros (clientes, fornecedores, anúncios, folhetos, papel timbrado, comunicação por carta, website, e-mail, e outras formas de comunicação com os seus públicos) ao abrigo do licenciamento incluído no serviço “Certificado + Selo TOP25%PME”.